Alexandre Curi

Iporã deve ganhar nova Seção Judiciária

quinta-feira, 1/03/2012 @ 11:03AM

O prefeito Cássio Trovo, o Juiz de Direito Dr. Marcelo M. Cardoso, o deputado Alexandre Curi e o presidente OAB/Iporã Delfer de Freitas em reunião com o Presidente do TJ Dr. Miguel Kfouri Neto, para instalação da 2ª Seção Judiciária da Comarca de Iporã.

As cidades de Iporã e Icaraíma estão próximas de ganhar novas seções judiciárias e, com isso, a possibilidade de ampliar o quadro de servidores nos fóruns das Comarcas, principalmente, o cargo de Juiz e Promotor. A garantia foi dada no dia 13 de fevereiro em Curitiba pelo presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, o desembargador Miguel Kfouri Neto a uma comitiva de lideranças da região durante audiência.

Para o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), subseção de Iporã, Delfer Dalque de Freitas, que há três anos reivindicava, através de requerimentos, a seção judiciária, a confirmação da implantação da seção será uma grande conquista para toda a comunidade das cidades contempladas. Pela proposta apresentada, a seção judiciária de Iporã passaria a contar com as Comarcas de Altônia e Alto Piquiri e a seção de Icaraíma com as Comarcas de Xambrê e Pérola.

O objetivo da proposta é ampliar a estrutura da Justiça e, consequentemente, dar maior agilidade nos processos em tramitação nas referidas comarcas. Somente em Iporã, por exemplo, existem cerca de oito mil processos no fórum que conta com apenas um Juiz de Direito. Por isso, as audiências nem sempre podem ser realizadas no tempo em que as partes desejam. A partir da criação da nova seção, novos juízes deverão ser designados para as duas comarcas e os trabalhos poderão andar mais rápidos.

Na audiência com o desembargador Miguel Kfouri Neto, foi protocolado o requerimento solicitando a criação das duas novas seções judiciárias. E o requerimento já avançou. Em contato com a presidência do Tribunal de Justiça, Delfer Dalque de Freitas foi informado de que a proposta já está nas comissões do Tribunal e a expectativa é de que em poucos meses seja anunciada a decisão.

via Caiuá Online

Postado em: Notícias
Tags: , , ,

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!
Enviar uma resposta