Alexandre Curi

Alexandre Curi e Beto Richa em Porto Amazonas e Balsa Nova

segunda-feira, 14/05/2012 @ 1:39PM

O Deputado Alexandre Curi participou na sexta-feira, 11, com o governador Beto Richa do anúncio de investimentos para a construção de unidades de atenção primária à saúde da família nos municípios de Porto Amazonas e Balsa Nova. Richa também esteve na cidade de Contenda e autorizou investimentos em infraestrutura viária, saneamento, habitação e cultura para os três municípios.

As obras de saúde fazem parte do programa do governo estadual, que vai financiar a construção, reforma e ampliação de 400 unidades semelhantes em todo o Paraná, além de capacitar 40 mil profissionais de saúde para atuar na especialidade. “Saúde é nossa prioridade, queremos um sistema público eficiente que seja mais ágil e humano”, disse o governador. Ele destacou a importância da presença do Estado para auxiliar os pequenos municípios na execução das obras.

Richa disse que até o final do ano serão entregues 80 unidades no Estado e explicou que o projeto para a construção é padrão. Todas têm aproximadamente 250 metros quadrados de área. As novas unidades contam ainda com um consultório odontológico, dois consultórios médicos, sala de curativo, imunização, inalação, esterilização e farmácia, além de depósito de matérias de limpeza e copa.

De acordo com o prefeito de Porto Amazonas, Miguel Sokulski, a saúde pública é prioridade do município e a construção da unidade da família irá melhorar a atenção às gestantes. “Precisávamos de um posto médico com essas características. Vai ajudar muito a nossa população”, disse ele. O prefeito agradeceu os investimentos e afirmou que a presença de Richa na cidade representa o compromisso do governo estadual com a região. A cidade de Porto Amazonas tem cerca de cinco mil habitantes.

MÃE PARANAENSE – As novas unidades de atenção primária terão papel importante no apoio ao programa Mãe Paranaense, que tem como principal objetivo reduzir os índices de mortalidade materno-infantil e melhorar a qualidade do pré-natal oferecido às gestantes paranaenses.

Segundo Richa, a meta é baixar o atual índice de mortalidade infantil no Paraná de 12 por mil nascidos vivos para apenas um dígito. “Os índices atuais de algumas regiões são inaceitáveis. A exemplo de Curitiba, vamos reverter esse cenário”, disse o governador.

A implantação deste programa é inspirado no Mãe Curitibana, criado pela Prefeitura de Curitiba na gestão de Beto Richa. Com investimento de R$ 90 milhões, a proposta é garantir qualidade no parto hospitalar e acompanhamento do desenvolvimento do bebê, em especial no seu primeiro ano de vida, nos 399 municípios.

SANEAMENTO – O governador assinou ordem de serviço para ampliação da rede de coleta e tratamento de esgoto do município de Contenda. O investimento, de R$ 6,4 milhões, irá beneficiar 8.948 pessoas e gerar 1.098 empregos diretos e indiretos. Ao todo, o Estado está investindo R$ 10 milhões no saneamento e abastecimento do município.

A implantação do sistema de Contenda prevê a execução de 49,9 quilômetros de rede de esgoto, de 2,8 quilômetros de coletor e a implantação de 2.223 novas ligações prediais. Richa ressaltou o compromisso da empresa de levar água tratada a todos os paranaenses e prover aos municípios pelo menos 65% no índice de atendimento com esgoto.

INFRAESTRUTURA – Nos três municípios visitados, o governador anunciou investimentos que totalizam cerca de R$ 600 mil para pavimentação e recape asfáltico de ruas. Em Contenda, ele autorizou a abertura de licitação para pavimentação do acesso ao Jardim São João e loteamento Planalto.

Para Porto Amazonas e Balsa Nova, foram concluídas obras de recape asfáltico nas áreas centrais dos municípios. “É nas cidades que as pessoas vivem e é ali que precisam ver suas necessidades atendidas. Temos um governo municipalista que trabalha com atenção especial para as pequenas cidades”, afirmou Richa.

HABITAÇÃO RURAL – O governador assinou a autorização para a construção de 15 unidades rurais (R$ 375 mil) e 22 unidades urbanas (R$ 880 mil), por meio dos programas Morar Bem Paraná e Morar Bem Paraná Rural. O investimento é de R$ 1,25 milhão.

O programa Morar Bem Paraná Rural atenderá, nos próximos quatro anos, 10 mil famílias com casas novas e outras 4 mil com reformas e ampliações. Os recursos, provenientes do governo federal e estadual, podem chegar a R$ 25 mil por casa, dependendo da renda familiar do agricultor. As casas possuem 52 metros quadrados e custarão ao mutuário R$ 1 mil, dividido em quatro parcelas anuais de R$250,00, sendo o restante subsidiado pelo Estado.

BIBLIOTECAS – Acompanhado do secretário da Cultura, Paulino Viapiana, o governador inaugurou uma biblioteca cidadã em Porto Amazonas e anunciou outra unidade para o município de Balsa Nova. Cada biblioteca terá investimento de R$ 350 mil em média.

O espaço oferece um acervo de dois mil livros destinados para crianças, jovens e adultos. Com essas unidades, são 273 bibliotecas do projeto no estado e outras 25 serão inauguradas ainda este ano, totalizando 298. Em Balsa Nova, a biblioteca será construída no distrito de Bugre, a comunidade mais populosa do município com mais de quatro mil moradores.

De acordo com Viapiana, em todas as unidades das Bibliotecas Cidadãs no estado, o Governo do Estado realiza a construção da sede, em terreno que é oferecido pela prefeitura de cada cidade atendida. “É um grande programa para levar cidadania e conhecimento para as pessoas”, afirmou.

BIOCLIMA – Em Balsa Nova, o governador assinou convênio para o fornecimento de mudas de árvores para o reflorestamento da vegetação próxima a propriedades rurais. O projeto faz parte do Bioclima Paraná, programa lançado neste último mês pelo Governo do Estado, que tem o objetivo de estimular a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento econômico.

O convênio vai fornecer insumos, mudas de árvores e assistência técnica para a prefeitura realizar a distribuição aos agricultores. “Com o Bioclima começamos a mudar o nosso comportamento em relação ao meio ambiente e a parcerias com os municípios é fundamental para a conscientização da população e ações efetivas”, afirmou Richa. Nesta primeira fase do projeto de reflorestamento serão atendidos 175 municípios.

Fonte: Agência de Notícias

Postado em: Notícias
Tags: , , ,

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!
Enviar uma resposta